Site oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro

“Papo de Polícia”: os dois lados da realidade no Complexo do Alemão

Programa será exibido entre os dias 7 e 13 de fevereiro, no canal Multishow

1/2/2011 - Samara Melo

 

Sete dias tentando viver e entender a rotina de quem mora no Complexo do Alemão. O outro lado da história visto por nenhum dos dois lados, nem o da polícia e nem o do bandido, mas sim pelos cidadãos de bem, que lá moram e passaram por situações difíceis durante todos esses anos. No programa “Papo de Polícia”, reality show que será exibido do dia 7 a 13 de fevereiro no canal Multishow, o policial civil Roberto Chaves tenta mostrar, através de personagens, o que cada um sentiu e sofreu com a chegada da polícia, no final de novembro de 2010.

O agente ficou uma semana no local, vivendo e ouvindo as histórias que os moradores tinham para contar. “O programa não tem nada a ver com o reality show normal. Nós procuramos iluminar as pessoas que participaram, que nos ajudaram a construir esse material”, explicou Roberto, também coordenador do “Papo de Responsa”, uma parceria ente a Polícia Civil e o Grupo Cultural AfroReggae.

O projeto final, idealizado pelo policial, pelo coordenador do AfroReggae, José Júnior, e pelo chefe de polícia Allan Turnowski, foi apresentado nesta segunda-feira (31/01), na sede do grupo cultural, na Rua da Lapa, centro do Rio. No evento de lançamento, os sete episódios foram exibidos, mostrando personagens de todos os tipos, desde o dono de um estabelecimento comercial que foi confundido com um bandido, até um grupo de jovens que sofrem preconceito pela sua cor ou opção sexual.

O chefe de polícia falou da importância do projeto para a mudança no pensamento da própria instituição. “Quando a ideia chegou a mim, pensei nos riscos de uma realização como esta. Mas permiti porque acredito muito no projeto que está em andamento. A única coisa que me passou pela cabeça foi ‘por que isso não aconteceu antes?’. Teríamos perdido menos amigos e companheiros de trabalho. Mas o importante é aprender e não errar mais”, afirmou.

A importância da mudança de ponto de vista mostrada pelo programa foi ressaltada por José Júnior, do AfroReggae. “Estamos mostrando um olhar diferente. O policial acaba sendo coadjuvante do seu protagonismo. Participar desse projeto nos engrandece muito”.

 

 

Ao final do discurso, Roberto Chaves agradeceu a todos pelo apoio que recebeu. “Quero agradecer ao Complexo do Alemão pela experiência e ao morador que acorda às 5h da manhã para trabalhar. Agradeço também ao delegado Allan Turnowski por ter a coragem de participar da  idealização  do programa”.

Clique para ver outras imagens



..:: Voltar ::..

Policia Civil do Estado do Rio de Janeiro - 2009

Rua da Relação, 42 - Centro - Rio de Janeiro / Atendimento: 2332-9751 / 9844 / email: ascompcerj@gmail.com / Assessoria de Comunicação: 2332-9930