Site oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Preso traficante paraguaio que trazia drogas para o Brasil

Ele transportava 33kg de pasta base de cocaína e 8kg de pasta base de crack

9/9/2011 - Camila Donato

O paraguaio Lirio Emílio Quintin Benitez Peters, 32 anos, foi preso nesta quinta-feira (08/09) na Rodovia Presidente Dutra, próximo a Serra das Araras, por agentes da 59ª DP (Duque de Caxias). Lírio e outros três traficantes paranaenses transportavam cerca de 33kg de pasta base de cocaína e 8kg de pasta base de crack, droga avaliada em R$700 mil, do Paraguai para comunidades do Rio de Janeiro.

De acordo com o delegado Rodrigo Sebastian Santoro Nunes, titular da 59ª DP, desde que ele assumiu a titularidade da distrital foi instaurado um processo investigativo para apurar a chegada de armas e drogas à Duque de Caxias. “Dentro desse processo investigatório identificamos que as favelas que dominam o tráfico de drogas em Caxias pertencem a uma grande facção criminosa. Essa quadrilha traz o entorpecente do Paraguai para as comunidades do Mandela e Parque União, que servem de entreposto para que estas drogas sejam remetidas para Duque de Caxias.”, explicou o ele.

Ainda segundo o titular, Lírio atua como matuto para a facção criminosa: ele é responsável por comprar a droga no Paraguai e trazer para o Rio. Ele tem residências naquele país e em Foz do Iguaçu, no Paraná. “Conseguimos identificar Lírio, que seria o matuto da facção, ou seja, a pessoa que serve de canal para a quadrilha no Paraguai para que ela chegue ao Brasil. Por ele ser paraguaio conseguia ter acesso a essas drogas e a pessoas influentes. Ele é uma pessoa extremamente importante para a facção”, constatou o delegado.

Na semana passada o delegado e agentes da 59ª DP foram para Foz do Iguaçu, onde conseguiram identificar Lírio e monitorar o trajeto feito pelo traficante. “Eu fui com a minha equipe a Foz do Iguaçu, fizemos diligências e conseguimos identificar o apartamento onde o Lírio morava, pois ele tinha uma residência no Paraguai e outra em Foz. Também os veículos que ele utilizava para fazer o transporte de drogas para o Rio de Janeiro.”, informou o titular.

Com base nessas informações, o delegado montou um esquema na Via Dutra para interceptar o entorpecente e prender os traficantes. “Determinei que meus policiais ficassem uma equipe perto do pedágio e outra perto da Serra das Araras. Conseguimos identificar os dois veículos, o Logan como batedor e o Cross Fox , onde vinha o Lírio com a droga. Eles passaram pelo pedágio e foram abordados e presos próximo a Serra das Araras. É uma prisão extremamente importante pra Polícia Civil e para a sociedade do Rio de Janeiro.”, declarou Santoro.



..:: Voltar ::..

Policia Civil do Estado do Rio de Janeiro - 2009

Rua da Relação, 42 - Centro - Rio de Janeiro / Atendimento: 2332-9751 / 9844 / email: ascompcerj@gmail.com / Assessoria de Comunicação: 2332-9930