Site oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Eficiência Exemplar

- O Dia


Editorial do Jornal O Dia, de 26/12/05

Não existe venda de drogas sem quadrilhas de alto poder bélico, o que acarreta tráfico de armas, contrabando e desvio de arsenais das Forças Armadas. O traficante Robinho Pinga, preso pela Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (Drae), da Polícia Civil, controlava um verdadeiro exército de 570 homens com fuzis, granadas e minas.

A prisão do maior distribuidor de drogas do País, sucessor de Fernandinho Beira-Mar, foi possível graças a qualidade de trabalho da Drae, que por dois meses monitorou em São Paulo a rotina dos parentes do bandido carioca. Foi um prêmio merecido para o Delegado Carlos Alberto Oliveira, titular da especializada, que coordenou as ações com planejamento e eficiência e há cinco meses conseguiu descobrir uma fábrica de explosivos da quadrilha de Robinho Pinga, em Senador Camará, Zona Oeste do Rio. Isso tudo paralelo a outras operações igualmente bem sucedidas que terminaram em prisões e apreensões de armamentos.

A Drae demonstra, com esses resultados, que é possível manter dedicação a investigações importantes e complexas sem descuidar do policiamento do dia-a-dia. É o que também se espera da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), cuja função é prender chefões do pó, como Robinho.

..:: Voltar ::..

Policia Civil do Estado do Rio de Janeiro - 2009

Rua da Relação, 42 - Centro - Rio de Janeiro / Atendimento: 2332-9751 / 9844 / email: ascompcerj@gmail.com / Assessoria de Comunicação: 2332-9930