Site oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Chefia de Polícia cria Núcleo de Apoio aos Grandes Eventos

Participarão do núcleo as delegacias especializadas DEAT, DCAV, Decon, DRCPIM, DH, DRCI,DPCA e DDEF

27/8/2012 - Samara Melo

Oito delegacias especializadas farão parte do Núcleo de Apoio aos Grandes Eventos, iniciativa da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro que visa integrar as unidades policiais, cada uma na sua área de atuação, para garantir a segurança nos grandes eventos que acontecerão no estado. A coordenação do núcleo ficará a cargo da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT), onde ele ficará sediado.

Além da coordenadora do núcleo, participarão do trabalho as delegacias da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), do Consumidor (Decon), de Repressão aos Crimes de Propriedade Imaterial (DRCPIM), de Homicídios (DH), de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), de Proteção à Criançaao Adolescente (DPCA) e de Defraudações (DDEF). Cada uma atuará na sua área, para prevenir os crimes que possam ser cometidos envolvendo os grandes eventos, desde venda ilegal de ingressos, produtos pirateados, crimes na internet, até homicídios.

A chefe de Polícia, Martha Rocha, enfatizou que a medida visa manter o espírito de confraternização, que deve acontecer, por exemplo, durante uma partida de futebol. “A Polícia Civil não tolera que esse momento de confraternização, alegria e lazer, que esse sentimento seja interferido por um ato de vandalismo, de violência. Nós estamos olhando para frente. Vamos condensar e canalizar todas as informações através desse núcleo. Aquele que deseja o futebol como arte vai aplaudir essa iniciativa. Ele está sendo criado para que tenhamos um olhar globalizado e interdisciplinar de todos estes fatos. Onde estiver um problema, este núcleo irá atuar. Não criaremos uma nova delegacia, vai ser muito mais do que isto. O que estamos fazendo aqui é a sistematização de procedimentos, gestão de recursos. Estamos criando um protocolo da ação da polícia diante de um grande evento, que é algo interdisciplinar, afirmou a delegada.

Sobre a ação de torcidas organizadas, Martha Rocha falou ainda da recomendação da Chefia de Polícia que todo e qualquer fato envolvendo esses grupos seja tratado com rigor. “Não temos nada contra as torcidas, mas não vamos aceitar uma conduta violenta. Se a torcida está envolvida em ato criminoso tem que ser investigada”.



..:: Voltar ::..

Policia Civil do Estado do Rio de Janeiro - 2009

Rua da Relação, 42 - Centro - Rio de Janeiro / Atendimento: 2332-9751 / 9844 / email: ascompcerj@gmail.com / Assessoria de Comunicação: 2332-9930